Quem trabalhou entre as décadas de 70 e 80 pode ter direito ao saque do PIS PASEP!

Antes dos anos 90, existiam cotas individuais do PIS/PASEP que eram mantidas pelos empregadores e/ou órgãos públicos.

O trabalhador só retirava o saldo disponível cumprindo requisitos como idade ou tempo de carteira assinada.

Esse formato foi extinto, atualmente, o Governo Federal paga o abono salarial todos os anos.

Mas, muitos trabalhadores que atuaram de 1971 a 1988, não fizeram os saques desses benefícios que já tem prazo final para ser resgatado.

Quem não sacar, o dinheiro é tido como abandonado e fica em definitivo no caixa da União.

Confira abaixo quem pode ter direito a esse saque do PIS PASEP.

Saque do PIS PASEP: Quem vai receber?

Os trabalhadores do setor privado e servidores públicos que têm direito ao saque do PIS PASEP, devem atender a critérios como:

  • Trabalhadores aposentados que estiveram em atividade entre 1971 a 1988
  • Funcionários da iniciativa privada que tenham mais de 65 anos (homens) e 62 anos (mulheres) e que trabalharam no período citado
  • Funcionários públicos que tenham mais de 65 anos (homens) e 62 anos (mulheres) e que trabalharam no período citado
  • Herdeiros e representantes legais que apresentem a devida documentação.

É preciso ter saldo para fazer o saque, assim, veja as maneiras para verificar se tem dinheiro para ser retirado:

  1. Aplicativo Caixa Trabalhador – Recurso que permite consultar PIS, FGTS, parcela do seguro-desemprego, entre outros. Para acessar você usa o número de inscrição e criar uma senha
  2. Site Banco do Brasil – Os servidores públicos inscritos no PASEP, acessam o site do BB e buscam o link para fazer a consulta. Não é necessário criar um login
  3. Atendimento presencial – Outra opção é ir numa agência da Caixa ou do Banco do Brasil para fazer a consulta presencialmente. Nesse caso é preciso levar documentação (você verá adiante).

Caso o empregador não tenha realizado as contribuições periódicas, o trabalhador não terá valores para serem resgatados.

Lembrando que as cotas do PIS/PASEP de 1971 a 1988 não é a mesma coisa do atual abono salarial.

Para receber esse benefício o trabalhador precisa cumprir outros requisitos, como ter trabalhado 30 dias no ano-base.

saque do pis pasep

Como fazer o saque?

O saque PIS/PASEP é feito em um guichê da Caixa ou Banco do Brasil.

Nesses casos, o beneficiário no momento da operação deve apresentar algum destes documentos:

  • RG
  • Carteira de habilitação
  • Carteira profissional ou registro de classe
  • Identidade militar
  • Carteira de identidade de estrangeiros
  • Passaporte.

O documento de identidade deve ser o oficial, legível e atualizado.

Se apresentar a CNH não será aceita a habilitação de formato antigo.

Aqueles que não quiserem sacar o dinheiro em espécie, podem solicitar uma transferência para sua conta bancária.

Os herdeiros e/ou representantes legais, além de mostrarem o documento de identidade, terão que levar:

  • Certidão de óbito (em caso de falecimento do titular)
  • Documento que prove pagamento de pensão por morte
  • Declaração do órgão ou entidade pública que o servidor trabalhou
  • Escritura pública de inventário e partilha
  • Autorização judicial
  • Procuração dando poderes para movimentar esse tipo de benefício.

Na posse desses documentos, o titular ou seus herdeiros podem fazer o saque:

  • Nas agências da Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil
  • Lotéricas ou Correspondentes Caixa Aqui (para valores até R$ 3 mil)
  • Autoatendimento (Caixa ou BB)
  • Solicitar depósito ou transferência na conta corrente ou poupança de uma dessas instituições bancárias.

Outra informação importante sobre os saques são os prazos estabelecidos.

O Governo Federal decretou que os beneficiários têm até 31 de maio de 2025 para sacar o saldo das cotas.

Depois desse prazo, já no dia 01 de junho de 2025 não é permitido mais fazer a retirada, sem possibilidade de recurso.

Sobre os valores, depende do tempo e das contribuições feitas nas contas individuais.

Isso pode variar, principalmente, porque as quantias sofrerão correções monetárias ao longo dos anos.

Mesmo se aconteceram saques anteriores, os trabalhadores podem ter algo guardado, isso ocorre devido às diferentes distribuições das cotas.

É necessário conferir o saldo e em seguida partir para fazer o saque do PIS PASEP.

Acompanhe nosso blog e confira mais artigos como esse!