Quer saber como fazer a consulta Auxílio Emergencial Retroativo 2022?

Quer saber se tem direito às parcelas desse benefício?

Confira o texto abaixo e descubra quais os requisitos para consulta Auxílio Emergencial Retroativo e se você pode receber as parcelas.

Consulta Auxílio Emergencial Retroativo 2022: Quais os requisitos?

Em suma, para ter acesso ao benefício e fazer a consulta Auxílio Emergencial Retroativo é preciso ser pai solteiro cadastrado no CadÚnico antes de 2 de abril de 2020, prazo final para se inscrever no Auxílio Emergencial.

O Ministério da Cidadania continuará analisando as condições de pagamento de acordo com o perfil do grupo beneficiário, na prática o orgão verificará:

  • Se o pai solteiro estiver registrado como parente responsável
  • Se recebeu uma taxa única de auxílio emergencial entre abril e agosto de 2020
  • Se não tem cônjuge ou companheiro
  • Se há pelo menos uma pessoa na família com menos de 18 anos.

Os valores liberados pelo Ministério da Cidadania podem chegar a R$ 4,1 bilhões para 1,3 milhão de pais solteiros.

O beneficiário pode sacar a taxa adicional em até 120 dias após o depósito na conta digital Caixa Tem.

Em julho de 2021, as mães solteiras também receberam o valor de R$ 1.200,00 destinado apenas às mulheres do lar para receberem o dobro do valor do Auxílio Emergencial.

Antes de realizar a consulta do auxílio retroativo é preciso saber que o Auxílio Emergencial continuará sendo pago a um grupo específico de beneficiários.

Os interessados podem visualizar as informações do benefício no site da Dataprev usando o número do CPF da sua conta para não ter recebido parcelas em dobro do benefício durante a vigência do programa.

Para pais solteiros, há auxílio emergencial retrospectivo desde fevereiro, sendo que o valor foi liberado para mais de 800 mil beneficiários, por enquanto, em parcelas que vão de R$ 600,00 até R$ 3.000,00.

Os valores adicionais serão pagos por meio de projeto de Lei do Congresso Nacional (PLN 43/2021), aprovado em dezembro, abrindo um orçamento em favor do Ministério da Cidadania para efetuar pagamentos aos pais solteiros e ao CadÚnico.

Esses novos pagamentos serão válidos somente para chefes de família do sexo masculino, que assim como as chefes de família mães solteiras não receberam o dobro da cota do benefício no valor de R$ 1.200,00 durante os pagamentos do programa.

consulta auxílio emergencial retroativo

Valores previstos

Segundo o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, o pagamento retroativo médio varia entre R$ 600,00 e R$ 3.000,00 dependendo do número de parcelas recebidas pelo cidadão entre abril e agosto de 2020.

  • Pais aprovados em abril (receberam 5 parcelas): terão direito a R$ 3.000 retrospectivamente
  • Pais aprovados em maio (receberam 4 parcelas): retrospectivamente com direito a R$ 2.400
  • Pais aprovados em junho (receberam 3 parcelas): direito a R$ 1.800 retroativos
  • Pais aprovados em julho (receberam 2 parcelas): direito a R$ 1.200 retrospectivamente
  • Pais aprovados em agosto (receberam 1 parcela): direito a R$ 600 retroativos.

Lembrando que o Auxílio Emergencial não possui uma nova rodada de pagamentos em 2022.

Esse pagamento retroativo será feito somente aos pais solteiros que não puderam receber o benefício nos anos de vigência do benefício.

O governo federal começou a desembolsar seu Auxílio Emergencial no início de 2020.

Na época em que o texto foi aprovado pelo Congresso Nacional, neste ano o benefício chegou a quase 70 milhões de pessoas e foi pago até dezembro.

Na nova fase de desembolsos, o Auxílio Emergencial voltou em uma versão menor do projeto.

De acordo com o Ministério da Cidadania, desta vez as remessas atingiram mais de 39 milhões de pessoas com pagamentos de até R$ 378,00.

Se você gostou do nosso texto sobre consulta Auxílio Emergencial Retroativo, continue nos acompanhando para essa e outras novidades a respeito.

Acesse nosso blog e fique sempre informado sobre os novos benefícios!