O pagamento da 9ª parcela do Auxílio Emergencial, no valor de R$300, ocorrerá entre os dias 10/12 e 29/12 através da conta digital da Caixa Econômica Federal. Contudo, o valor aos beneficiários pode chegar a R$ 300,00.

Na conta da Caixa, é possível fazer transferência, pagamentos em boletos e até mesmo pagamentos com cartão de débito virtual. Por isso, verifique se você ainda se enquadra nos critérios de recebimento e confira os calendários de depósito do Auxílio Emergencial.

Calendário da 8ª parcela Auxílio Emergencial

Quantas parcelas receberei?

A prorrogação do Auxílio Emergencial será paga até o final do ano de 2020. Mas, fique atento em relação ao número de pagamentos. Isso, porque, a quantidade de parcelas dependerá do mês ao qual o beneficiário recebeu a 1ª parte do Auxílio Emergencial:

  • Abril receberá 4 parcelas;
  • Maio, terá 3 parcelas;
  • Junho receberá 2 parcelas extras;
  • Julho terá direito a uma última;

No entanto, inscritos no Bolsa Família terão direito somente as quatro parcelas restantes.

Quem tem direito ao Auxílio Emergencial?

Todos os beneficiários do Bolsa Família foram automaticamente selecionados a receber Auxílio Emergencial. Porém, algumas regras mudaram apenas a quem já recebia o Auxílio Emergencial e a permanência no programa depende de alguns fatores. Entretanto, presos em regime fechado, residentes no exterior ou pessoas que conseguiram emprego com carteira assinada no decorrer da pandemia não terão mais direito aos pagamentos.

Confira os critérios que garantem o recebimento do Auxílio Emergencial:

  • Estar inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal);
  • Não tenham recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018;
  • Ter mais de 18 anos;
  • Mães adolescentes;
  • Trabalhadores informais;
  • Trabalhadores autônomos;
  • Desempregados;
  • Microempreendedores individuais;
  • Possuir renda familiar de até R$ 522,50 por pessoa ou tendo renda familiar total de até R$ 3.135, salvo no caso de mães adolescentes empregadas informalmente;
  • Não receber benefício previdenciário, assistencial, seguro-desemprego ou programa de transferência de renda federal, exceto os beneficiários do Bolsa Família.

Aliás, apenas dois membros da mesma família poderão receber o Auxílio Emergencial. No entanto, mulheres provedoras da família e responsáveis sozinhas pela criação e sustento dos filhos, terão direito a duas cotas do Auxílio Emergencial. Se acaso tiver alguma dúvida sobre os critérios, clique aqui e consulte no site oficial se ainda atende aos requisitos estabelecidos.

Se acaso tenha perdido o direito ao auxílio ou se não foi selecionado a receber a prorrogação, entre em contato com o Ministério da Cidadania. Obtenha informações, acesse a plataforma oficial Fala.BR ou ligue no número 121.

auxílio emergencial

Calendário da 9ª parcela

O início do pagamento do Auxílio Emergencial começa no dia 10/12 a todos os inscritos no programa Bolsa Família. As datas seguem o calendário do próprio programa, conforme o dígito final do NIS (Número de Identificação Social).

Final do NIS Data de depósito
1 10/12
2 11/12
3 14/12
4 15/12
5 16/12
6 17/12
7 18/12
8 21/12
9 22/12
0 23/12

Quem não recebe o Bolsa Família, o pagamento iniciará no dia 12/12 e a sequência ocorre conforme o mês de aniversário dos beneficiários. Confira os calendários para o pagamento da 9ª cota do auxílio.


Calendário de pagamento da 9ª cota dos aprovados que receberam a primeira parcela em abril ou contestados entre os dias 20/07 e 25/08.

Mês de Aniversário Depósito Saque
Janeiro 13/12 19/12
Fevereiro 13/12 19/12
Março 14/12 04/01
Abril 16/12 06/01
Maio 17/12 11/01
Junho 18/12 13/01
Julho 20/12 15/01
Agosto 20/12 18/01
Setembro 21/12 20/01
Outubro 23/12 22/01
Novembro 28/12 25/01
Dezembro 29/12 27/01

Para esclarecer possíveis dúvidas sobre o calendário de pagamento do auxílio, acesse o site oficial da Caixa Econômica Federal. Você também pode ligar para a Central de Atendimento: 0800 726 0101.

Confira o calendário da 7ª parcela Auxílio Emergencial