Os pagamentos da 7ª parcela do Auxílio Emergencial iniciaram no dia 19/10 e vão até o dia 20/11, por meio da conta digital da Caixa Econômica Federal.

Os beneficiários aprovados, então, podem retirar o valor de R$ 300,00.

Continua após a publicidade

Sobretudo, a quantidade de parcelas que o beneficiário terá direito dependerá do mês de recebimento da primeira etapa do auxílio:

  • Abril – terá 4 parcelas;
  • Maio – terá mais 3 parcelas;
  • Junho – ainda receberá a 2 parcelas;
  • Julho – restará apenas a última;

Contudo, inscritos no Bolsa Família terão direito a mais quatro etapas do Auxílio Emergencial. Então, confira neste artigo todas as informações relacionadas.

Prorrogação Seguro Desemprego será ampliado!

Quem pode receber o Auxílio Emergencial?

Continua após a publicidade

Tem direito ao recebimento da 7ª parte do Auxílio Emergencial, todos os beneficiários e beneficiárias inscritos e os quais, também, já receberam o Auxílio Emergencial. No entanto, é necessário ainda atender aos critérios estabelecidos. Sendo assim, receberão este benefício:

  • Inscritos no CadÚnico;
  • Quem no ano de 2018, não teve rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;
  • Maiores de 18 anos;
  • Mães adolescentes;
  • Trabalhadores informais;
  • Trabalhadores autônomos;
  • Desempregados;
  • Microempreendedores individuais;
  • Pessoas com renda familiar de até R$ 522,50 por pessoa ou total de até R$ 3.135, salvo no caso de mães adolescentes empregadas informalmente;
  • Quem não recebe benefício previdenciário, assistencial, seguro-desemprego ou programa de transferência de renda federal, com exceção dos beneficiários do Bolsa Família.
Continua após a publicidade

O recebimento do Auxílio Emergencial é limitado, entretanto, a apenas dois membros da mesma família. Porém, a mulher provedora da família terá ainda duas cotas do Auxílio Emergencial. Presidiários em regime fechado, brasileiros no exterior e beneficiários empregados em regime de carteira de trabalho assinada durante o pagamento do Auxílio Emergencial não terão direito à prorrogação das parcelas.

Por isso, você pode consultar no site oficial, clicando aqui, para ver se atende aos requisitos estabelecidos ao recebimento do benefício. Se acaso perdeu a garantia do Auxílio Emergencial ou não foi selecionado na prorrogação, entre em contato com o Ministério da Cidadania, acessando a plataforma oficial Fala.BR ou ligando no 121.

auxílio emergencial

Calendário de pagamento da 7ª parcela do Auxílio Emergencial

Inscritos no Bolsa Família

Seguem com o calendário do próprio programa, conforme o dígito final do NIS (Número de Identificação Social).

Final do NIS Data de depósito
1 19/10
2 20/10
3 21/10
4 22/10
5 23/10
6 26/10
7 27/10
8 28/10
9 29/10
0 30/10

No entanto, ao público não integrado ao programa, o pagamento iniciará em 30/10 e a sequência seguirá de acordo com os meses de nascimento.

Que recebeu a 1ª em abril ou fez a contestação entre os dias 20/07 e 25/08

Mês de Aniversário Depósito Saque
Janeiro 30/10 07/11
Fevereiro 04/11 07/11
Março 05/11 14/11
Abril 06/11 21/11
Maio 08/11 21/11
Junho 11/11 24/11
Julho 12/11 26/11
Agosto 13/11 28/11
Setembro 15/11 28/11
Outubro 16/11 01/12
Novembro 18/11 05/12
Dezembro 20/11 05/12

Pagamentos aprovados de quem recebeu a 1ª em maio

Mês de Aniversário Depósito Saque
Janeiro 22/11 19/12
Fevereiro 23/11 19/12
Março 25/11 04/01
Abril 27/11 06/01
Maio 29/11 11/01
Junho 30/11 13/01
Julho 02/12 15/01
Agosto 04/12 18/01
Setembro 06/12 20/01
Outubro 09/12 22/01
Novembro 11/12 25/01
Dezembro 12/12 27/01

Pagamentos do auxílio aos beneficiados da 1ª em junho

Mês de Aniversário Depósito Saque
Janeiro 13/12 19/12
Fevereiro 13/12 19/12
Março 14/12 04/01
Abril 16/12 06/01
Maio 17/12 11/01
Junho 18/12 13/01
Julho 20/12 15/01
Agosto 20/12 18/01
Setembro 21/12 20/01
Outubro 23/12 22/01
Novembro 28/12 25/01
Dezembro 29/12 27/01

Para esclarecer dúvidas sobre o Auxílio Emergencial, acesse o site oficial da Caixa Econômica Federal ou ligue para 0800 726 0101. Então, anote as datas e não perca a chance de sacar o seu Auxílio Emergencial.


Quem terá direito ao Décimo Quarto salário?