Calendário FGTS – Datas de Saque

Calendário FGTS – O FGTS – Fundo de Garantia de Tempo de Serviço, é um benefício que os trabalhadores de carteira assinada possuem, e serve de garantia em caso de demissão por justa causa.

Para retirar o benefício, é preciso acompanhar o calendário.

Continua após a publicidade

Trabalhadores autônomos, rurais, temporários e atletas profissionais também podem receber no calendário, mesmo sem uma demissão por justa causa.

Para consultar o seu Calendário FGTS você deve entrar em contato com a Caixa Econômica Federal da sua cidade, utilizar aplicativos no celular ou entrar em contato pelo telefone 0800 726 0207.

PORTAL TRABALHADOR - CALENDÁRIO FGTSQuem pode fazer o saque do FGTS?

Continua após a publicidade

Com o propósito de você tenha acesso a este benefício, fique atento nas seguintes condições e no calendário, porque elas autorizam que você tenha como sacar o seu Fundo de Garantia:

  • Demissão sem justa causa
  • Término de contrato
  • Em casos de desastres naturais onde houve grandes prejuízos à pessoa
  • Em caso de doenças grave Câncer, tumores e o vírus da AIDS
  • No caso de financiar uma moradia própria ou um terreno próprio
  • Quando preencher 3 anos de inatividade na conta
  • Aposentadoria
  • Em caso de morte, parentes próximos vão poder sacar

Veja também:

Saques do FGTS 2019

Os saques do FGTS em 2019 começam no dia 13/09.

Agora os saques ocorrerão conforme o mês de nascimento do trabalhador!

Calendário de Saque – Modalidade Saque Aniversário 2020

Na tabela acima você pode acompanhar o calendário para retirar o fundo.

De modo que funcione, o empregador deve depositar mensalmente em uma conta bancária no nome do trabalhador 8% do montante correspondente do seu ordenado.


Em caso de menor aprendiz, o montante depositado é de 2%.

Vale lembrar que o Fundo de Garantia rende na média de 3% do salário do trabalhador ao ano.

O FGTS não é descontado do pagamento como a maior parte dos brasileiros pensa.

Caso o empregador não esteja depositando o montante de modo correto, o empregado pode entrar com um processo na Justiça do Trabalho.

Veja também: