Quem nunca fez a consulta Bolsa Família 2021, precisa estar atento as novas mudanças.

Pois, a pandemia começou e o governo brasileiro implementou uma forte política de resposta à crise do COVID-19 fornecendo proteção aos grupos vulneráveis.

Portanto, isso incluiu importantes medidas de proteção social, em particular a Ajuda de Emergência e implementação da consulta Bolsa Família.


Durante a pandemia vimos o quão é importante não somente sustentar os programas de apoio aos mais vulneráveis como ampliar e investir em programas como o Bolsa Família.

Está sendo apoiado a ampliação de transferência condicional de renda Bolsa Família, beneficiando um mínimo de 3 milhões de indivíduos, incluindo minorias.

Como solicitar Seguro Desemprego 2021?

Critérios Bolsa Família 2021

Os critérios de adesão ao Bolsa Família 2021 seguem basicamente os mesmos. O critério do Bolsa Família é a própria ideia contemplada em fazer parte apenas famílias em situação comprovada de pobreza ou até mesmo pobreza extrema:

  • Família pobre, é aquela cuja a renda mensal é entre R$ 89,01 e R$ 178,00;
  • Família extremamente pobre, cuja a renda mensal é de até R$ 89,00.

consulta bolsa família 2021

Ampliação do Bolsa Família

Antes do atual período pandêmica, aproximadamente treze milhões de famílias se encontravam inscritas no Bolsa Família. O projeto de ampliação utilizará financiamento da expansão do Bolsa Família com a intenção de estender a proteção a pelo menos 1,2 milhão de famílias pobres necessitando de apoio após o fim da transferência emergencial de renda. As mulheres representadas pela grande maioria dos destinatários diretos. Essa ampliação trará benefícios a quantidade mínima de 3 milhões de pessoas aproximadamente, entre elas quase 1 milhão de crianças e jovens e aproximadamente 7 mil indígenas.


Ao promover essa expansão, o projeto visa garantir o apoio econômico às famílias pobres, mas também mitigar as perdas de capital humano. Uma vez inscritas, as famílias devem garantir que seus filhos frequentem a escola e façam exames de saúde regulares. Isso significa estar em dia com o seu calendário de vacinas e realizar consultas ao médico da família com frequência. A ampliação do programa, também, fornecerá assistência técnica ao Ministério da Cidadania, ao avaliar os impactos potenciais das mudanças no Bolsa Família, ajudar as famílias beneficiárias a participarem da recuperação econômica e captar lições aprendidas sobre emergências sociais programas de proteção no Brasil.

Datas de pagamento

Por enquanto o governo ainda não divulgou o calendário assim como as possíveis datas de pagamento e de consulta Bolsa Família 2021, toda a questão de datas estará condicionada a resolução de diversos fatores incluindo os valores fechados e anunciados em breve. O calendário é de acordo com o número final do NIS e data de saque:

Nº final do NIS Data de saque
1 11/02
2 12/02
3 17/02
4 18/02
5 19/02
6 22/02
7 23/02
8 24/02
9 25/02
0 26/02

Já no aplicativo Caixa Tem, serão creditados os valores automaticamente, seguindo as mesmas regras:

Publicidade

  • 6, 7 e 8 – Janeiro;
  • 3, 4 e 5 – Fevereiro;
  • 1 e 2 – Março.

Consulta Bolsa Família 2021 (Passo a passo)

O processo de consulta Bolsa Família 2021 segue exatamente o mesmo processo de consulta do atual ano, sendo fornecidos à população informações em tempo real através das Caixas Econômicas espalhadas por todo Brasil, assim como pelos meios eletrônicos, incluindo central telefônica e sites oficiais.

Novos acréscimos do Bolsa Família 2021

Segundo informações cedidas pelo próprio governo federal, o benefício médio deve ser de R$ 300,00. Esse valor ainda não está concreto, mas é trabalhado como uma meta a ser realizada. Para que tudo isso seja possível ainda em 2021 se trabalha com a hipótese de se levantar mais fontes de renda, além do atual orçamento do Bolsa Família, o governo prevê outras duas fontes de recursos para o programa.

Conforme os técnicos do Congresso, a primeira é a limitação dos gastos com títulos do judiciário a 2% da receita líquida corrente, no qual em 2021 será equivalente a cerca de R$ 16 bilhões. Em outra frente, o plano propõe o aumento orçamentário do Fundeb seja revertido aos beneficiários do Bolsa Família, mantendo seus filhos na escola. Tais acréscimo se investidos ao efetivamente ao programa podem proporcionar os novos acréscimos na consulta Bolsa Família 2021, entre eles:

  • Auxílio-creche de R$ 52,00 por criança;
  • Prêmio anual de R$ 200,00 aos melhores estudantes;
  • Bolsa mensal de R$ 100,00 além de prêmio anual de R$ 1.000 para alunos com bom desempenho na área de ciência e tecnologia;
  • Bolsa mensal de R$ 100,00 além de prêmio anual de R$ 1.000 aos alunos destaque em atividades esportivas;
  • Auxílio-creche, ajuda de R$ 200,00 mensais as mães inscritas no Bolsa Família.

Saiba como fazer Consulta PIS PASEP 2021!